COMUNIDADE DA ASCENSÃO

Rua Bento Gonçalves, 2394
Centro, 93.510-000,
Novo Hamburgo/RS
Telefone: 3582-4399 / 9166-6623
Plantão Pastoral: 9218-6696
E-Mail: ascensao@ascensao.org.br

Menu
julho 2017
S T Q Q S S D
« fev    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  
 
  • 78713Total de visitas:
  • 72(média) de visitas por dia:
500º Aniversário
figuras_611
Faltam 0 anos, 102 dias
para os 500 anos da Reforma.
Tema do Ano 2013
Restauração Frontal
Rádio Online
Ouça a Rádio União FM de Novo Hamburgo/RS
Ouça com o Windows Media player
Ouça com o Winamp
Ouça a Radio União enquanto navega
Tema da IECLB 2013
Culto Infantil
Durante os culto de domingo há Culto Infantil, das 09h30 às 10h30. Nossa equipe está preparada à espera de seus filhos/as ou netos/as. Traga-os para que façam parte deste Projeto Comunitário. Aqui, eles serão imersos em valores cristãos, diretamente retirados das Sagradas Escrituras, através de histórias bíblicas narradas, dinâmicas de grupo, momento da arte, orações e canções evangélicas. Se você gosta de crianças, venha ser uma coordenadora. Nosso grupo conta com oito pessoas e ficaremos felizes de ter você conosco.
Arquivo Mensal dos Eventos Comunitários

História da JENHA

Jovem aos 63

Esta expressão pode definir bem o trabalho da Juventude Evangélica, conhecida na Ascensão como JENHA. Fundada em 1947, a JENHA ainda continua jovem por que reúne jovens. Diferente de outros departamentos que podem reunir as mesmas pessoas por anos e anos, os que participam das reuniões da Juventude Evangélica são “mutantes”. Claro que há histórias de pessoas que completaram “Bodas de Prata” como membros da JE, mas são exceções.

Isto, com certeza, mantém o trabalho com jovens sempre atual e adaptado à realidade de cada grupo. Por outro lado, cria, em muitos casos, dificuldades bastante grandes no que diz respeito à identidade do grupo e à participação de seus membros.

 

O Jovem e Deus

Uma das marcas do trabalho com jovens na Comunidade da Ascensão tem sido o confronto do jovem com a Bíblia e com o amor de Deus.

Cada período, nestes 64 anos de história da JENHA, precisou encontrar sua maneira de envolver e atender os jovens e suas necessidades. Algumas características aparecem em todas as épocas, por que são próprias da juventude: excursões, retiros, gincanas, acampamentos e olimpíadas, são apenas alguns exemplos.

Cada um que lê esta página e teve oportunidade de integrar o grupo da JE em algum período de sua história sabe do que estamos falando. Muitos encontraram neste ambiente fraterno e de respeito, sua esposa ou marido. Outros fizeram amigos “eternos”, que ainda hoje se visitam, viajam juntos ou se correspondem.

Na década de 60, quando o grupo passava dos 120 jovens nas reuniões, surgiu uma alternativa, na criação de uma segunda noite de encontros, o que passou a acontecer nas quartas-feiras, além das reuniões tradicionais de sábados à noite. O que aconteceu é que a maioria gostava tanto da JE que vinha na quarta e no sábado.

Foi aí que se começou a falar na criação da JE “Mirim”, para reunir os recém-confirmados, identificados pela idade, deixando as reuniões da JENHA para os “maiores”.

 

Atualidade

O jovem está sempre em busca de novas amizades, experiências, conhecimento e também da igreja. Talvez seja por isso que o trabalho da Juventude Evangélica continua integrando o jovem na comunidade cristã.

A JENHA se encontra todos os sábados a partir das 20h00 no Centro Comunitário, Casa 2000; o grupo atual consta de 15 participantes. As atividades da JENHA vão além das reuniões de sábado à noite. Temos retiros, excursões, programas especiais, passeios, participação nos cultos, atividades esportivas (futebol, vôlei, basquete), e tudo isso é feito com muita amizade e alegria. 

 

Juventude Mirim

A concentração maior de adolescentes acontece durante o período do Ensino Confirmatório quando recebem orientação especial em encontros semanais, retiros e acampamentos. Este período é preparatório à Confirmação, oportunidade onde podem assumir, por sua própria opção, o ser membro da igreja.

Além deste preparo de forma regular, outras atividades visam à integração do adolescente à vida da igreja. Também é importante que nessa idade tenham um ambiente sadio para fazer amizades o que lhes é oferecido no Ensino Confirmatório. São encontros semanais nas quartas-feiras, das 18h30 às 20h00, para reflexão, canto, recreação e esporte. Retiros e acampamentos também fazem parte da dinâmica que orienta o trabalho.

Indo e vindo em determinadas épocas e funcionando de forma descontinuada, o trabalho da Juventude Mirim na Comunidade da Ascensão, na forma como se organiza hoje, foi reestruturado em 1992. Com reuniões semanais nas quartas-feiras à noite, das 19:00 às 21:00 horas, a Juventude Mirim abria um espaço para que os adolescentes, enquanto alunos do Ensino Confirmatório e após sua confirmação, podiam encontrar um ambiente saudável com “gente da sua idade”.

É característica do adolescente gostar de viver em “turma”. Nem todos se adaptam com facilidade a um grupo de mais idade. Os interesses são outros, os “papos” não interessam. Os “maiores” são chatos e convencidos e os “menores” são muito criança.

Como foi mencionado ao se falar de outros departamentos, também na Juventude Mirim, o aprofundamento bíblico e o confronto do adolescente com a realidade da vida e o amor de Deus são essenciais.

 

Integração

Se por um lado é característica do adolescente “enturmar-se”, como igreja não se quer que se isolem dos demais membros da comunidade, o que, aliás, pode acontecer com qualquer grupo de pessoas, em qualquer idade. Atividades de integração tem sido promovidas entre os adolescentes e a comunidade. Pode-se lembrar com alegria a “Gincana dos 45 anos da Igreja da Ascensão”, onde as duas juventudes (JENHA e MIRIM) formaram uma equipe e “quebraram a cabeça” juntos, para procurar as respostas das tarefas-desafios.

Na Gincana do Centenário da Comunidade, os adolescentes se mostraram dedicados, enfrentando chuva e frio, passando à noite em claro e se envolvendo na “Equipe Luz” junto com os jovens e os casais. Outro exemplo de uma tentativa de integração do adolescente na vida da comunidade deu-se num dos “Encontrões da Família”, promovido pelo Departamento de Casais da Ascensão, onde a JE-Mirim participou, montou suas barracas, brincou, comeu e se entrosou na programação.

 

Acampamentos

Se formos falar do ponto de vista dos adolescentes, a palavra mais “emocionante” do trabalho com eles é a palavra “acampamento”. É sua marca registrada: culto da fogueira, escalada da montanha, subir pela cachoeira, montar barracas, acordar no meio do temporal, recolher a roupa molhada, dormir na Kombi. São alguns dos pequenos “detalhes”. Tudo por amor à vida e aos adolescentes para que saibam que Deus os ama e sua comunidade também.

Que bom que este capítulo também faz parte de nossa história, não é mesmo?